Utilize o campo abaixo para pesquisar obras por título ou código de identificação:

Selecione uma ou mais características para filtrar a sua pesquisa.

D747 - A Música – Cartão de transferência para o painel central do foyer do Theatro Municipal do Rio de Janeiro


Assinatura

Inscrições

Abaixo da assinatura, a data "3 - 914"

Procedência

1942 – Doação ao Museu Evocativo do Theatro pelo próprio pintor
1949 – Museu dos Teatros
2013 – Centro de Documentação da Fundação Teatro Municipal

Localização Atual Exposições Individuais Exposições Coletivas Comentários

A decoração do foyer do Theatro Municipal do Rio de Janeiro é composta por um grande painel central medindo 16 m x 7 m, representando A Música [P708], e por dois painéis laterais, com aproximadamente 6 m x 4 m cada, simbolizando A Arte Lírica (Inspiração Musical) [P710] e O Drama (Inspiração Poética) [P709].
Neste cartão de transferência para o painel central, Visconti representa Apolo, única figura masculina do painel, tocando uma flauta transversal,  e, à direita de Apolo, quatro musas da mitologia grega: Clio, musa que preside a história, tocando uma trompa de caça; abaixo de Clio está Euterpe, musa que preside a música; acima de Clio vê-se Talia, musa da poesia cômica, tendo nas mãos um pandeiro; e mais à direita do cartão está representada Melpômene, com um contra-baixo, musa que preside a tragédia. Junto a Melpômene apresentam-se várias crianças em diversos movimentos, que Valéria Ochoa em seu livro, “A Arte na Belle Époque”, considera possível como sendo a representação de pequenos cupidos.
Com o sentimento de preservar para o olhar das futuras gerações o detalhado processo criativo de suas decorações, Eliseu Visconti doou para o governo do então Distrito Federal, em 1942, este e os principais estudos originais realizados para a confecção dos painéis do Theatro Municipal. Para abrigar as obras doadas, foi criado pelo prefeito o Museu Evocativo do Theatro, que mais tarde, em 1949, daria origem ao Museu dos Teatros. Em 17 de outubro de 2013 foi oficializada a transferência do acervo do Museu dos Teatros para a Fundação Teatro Municipal do Rio de Janeiro que, através de seu Centro de Documentação, passou a abrigar todos os estudos doados por Visconti.


Obras Relacionadas