Utilize o campo abaixo para pesquisar obras por título ou código de identificação:

Selecione uma ou mais características para filtrar a sua pesquisa.

P468 - Jardim do Luxemburgo


Assinatura

Procedência

Coleção Alexandre Schechner
Coleção Luiz Buarque de Hollanda

Localização Atual Exposições Individuais Publicações Comentários

Com extraordinária habilidade, Visconti representa, em rápidas pinceladas, todas as texturas que compõem a cena, demorando-se um pouco mais, apenas na cabeça e no chapéu da moça sentada de costas para o observador. O vermelho vivo, que é recorrente nas pinturas de Visconti, desde os nus até as paisagens, ganha aqui uma presença marcante. Um detalhe muito pequeno, mas encantador, é a figurinha de menina que brinca com um arco, ao fundo e à esquerda da tela. Além deste elemento e do chapéu, o arvoredo e a escultura ao fundo confirmam esta obra como parte de uma série de pinturas feitas ao ar livre [P410; P435; P437; P457; dentre outras], como estudos para a grande composição Maternidade [P415]. Esta série que pesquisa em detalhes personagens, elementos, cor, luz e sombra foi realizada entre junho e dezembro de 1905, de acordo com a autorização assinada, para que Visconti pudesse pintar no Jardim do Luxemburgo.  No caderno de desenhos de Visconti [CD006], publicado pela Unicamp, em 2008, dois dos esboços para esta grande composição representam o dorso da mulher de chapéu, em ângulo bem próximo ao que se vê aqui. A pintura foi reconhecida pela pequena fotografia do álbum do acervo do Projeto Eliseu Visconti, na qual aparece a etiqueta manuscrita (67) correspondente à numeração do catálogo de 1949.


Obras Relacionadas


Documentos Relacionados

Fale Conosco