Utilize o campo abaixo para pesquisar obras por título ou código de identificação:

Selecione uma ou mais características para filtrar a sua pesquisa.

P435 - Tricoteuse


Assinatura

Inscrições

A localidade "Paris" e a data "1905", logo abaixo da assinatura.

Procedência

Galerias do Solar de Monjope
Coleção Hecilda e Sergio Fadel

Localização Atual Exposições Individuais Exposições Coletivas Publicações Comentários

Talvez esta seja a cena pintada por Visconti no Jardim do Luxemburgo, em Paris, com mais elementos que remetem à sua maior composição ambientada neste local [P415]. A mulher em primeiro plano, sentada em uma cadeira, está debruçada sobre um trabalho manual que mais parece ser uma costura ou bordado, do que propriamente o tricô, que deu o título à pintura. A posição da mulher na cadeira, ainda que invertida, a presença da criança pequena e da cadeira vazia à sua frente, assim como o arvoredo, as esculturas e as figuras ao fundo, apresentando dois carrinhos de bebê e um grupo de crianças brincando, são todos elementos que aparecem em Maternidade [P415]. Portanto, esta obra faz parte de uma série de pinturas [P410, P437; P457; P468, P690, dentre outras] feitas ao ar livre, como estudos para a grande composição, pesquisando em detalhes personagens, elementos, cor, luz e sombra, que foi realizada entre junho e dezembro de 1905, de acordo com a autorização assinada, para que Visconti pudesse pintar no Jardim do Luxemburgo. No catálogo da EGBA, em 1908, o nº 160, é Tricoteuse, Luxembourg, e apresenta como complemento: (aquarela). No entanto, esta última informação trata-se de um equívoco, pois pode-se ver essa pintura a óleo, numa foto do recinto da EGBA, ao fundo, ao lado de Maternidade, da qual se vê apenas uma faixa lateral, publicada na revista Renascença, de setembro de 1908, p. 114.


Obras Relacionadas


Documentos Relacionados

Fale Conosco