Utilize o campo abaixo para pesquisar obras por título ou código de identificação:

Selecione uma ou mais características para filtrar a sua pesquisa.

P437 - Jardim do Luxemburgo


Assinatura

Procedência

Coleção Otto Sachs

Localização Atual Exposições Individuais Publicações Comentários

Visconti tomou várias vistas do Jardim do Luxemburgo em composições, cuja metade inferior da tela é totalmente ocupada com o efeito rendilhado da ramagem projetada pelas sombras das copas das árvores [P457; P462; P466; P467; P485; P693], como nesta pintura identificada a partir da pequena fotografia do acervo do Projeto Eliseu Visconti, com etiqueta manuscrita (59) correspondente à numeração do catálogo da Retrospectiva de 1949. Além desse efeito de luz e sombra, o arvoredo ao fundo e a representação das esculturas confirmam esta tela como parte de uma série de pinturas feitas ao ar livre, como estudos para a grande tela Maternidade [P415]. Esta série que pesquisa em detalhes personagens, elementos, cor, luz e sombra foi realizada entre junho e dezembro de 1905, de acordo com a autorização assinada, para que Visconti pintasse no Jardim do Luxemburgo.

Reproduzida no catálogo A pintura no Brasil  com legenda bastante equivocada (Tulherias, 1900, coleção do MASP) e no catálogo da Coleção Aldo Franco, que indica a data de 1908, embora, nas reproduções, não seja vista nenhuma data. Neste último catálogo, Jacob Klintowitz comenta: “É onírico esse jardim onde as pessoas passeiam e as cores renascem em pequenos lagos de luz. Tudo flui e se movimenta em direção à plena felicidade, as mulheres bem vestidas, as estátuas nos seus pedestais, o belo e cuidado jardim. O pintor Eliseu Visconti é um mestre na criação dessa atmosfera…”


Obras Relacionadas


Documentos Relacionados

Fale Conosco