Utilize o campo abaixo para pesquisar obras por título ou código de identificação:

Selecione uma ou mais características para filtrar a sua pesquisa.

P707 - O Progresso – Estudo para o painel da Biblioteca Nacional


Assinatura

Inscrições

Junto à assinatura, o ano "1912", que não corresponde à criação da obra.

Procedência

2000 (dez.) – Leilão Bolsa de Arte, Rio de Janeiro
2017 (out.) – Leilão Bolsa de Arte, São Paulo

Localização Atual Exposições Coletivas Publicações Comentários

Um pequeno esboço para estudo da composição e colorido, sem preocupação com o desenho, para um dos painéis executados por Visconti para a Biblioteca Nacional. Visconti foi chamado para participar da decoração do suntuoso prédio público, ao lado de Henrique e Rodolpho Bernardelli, Modesto Brocos, Correia Lima e Rodolpho Amoedo. A sede atual da Biblioteca Nacional foi inaugurada em outubro de 1910, na Avenida Central (hoje Rio Branco), Rio de Janeiro. Segundo o Jornal do Commercio, de 1º de setembro de 1910, os mestres, entre eles Visconti, achavam-se ocupados com as encomendas da Biblioteca. No Relatório Annaes da Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro, 1911, Manoel Cícero Peregrino da Silva conta que ele próprio escolheu os assuntos e os artistas que deveriam executar os painéis: “Os que ficaram na Galeria são do pincel de Elyseo Visconti e representam a Solidariedade Humana e o Progresso”. A Biblioteca guarda os esboços que Visconti realizou para os seus dois painéis, em pastel sobre papel, datados de 1910. Esta deve ser também a data de criação deste pequeno esboço a óleo, quase que abstrato, apesar da data inscrita de 1912, pois ela deve ter sido acrescentada anos mais tarde, provavelmente junto com a assinatura.


Obras Relacionadas

Fale Conosco