Utilize o campo abaixo para pesquisar obras por título ou código de identificação:

Selecione uma ou mais características para filtrar a sua pesquisa.

P623 - Raios de sol


Assinatura

Procedência

1949 – Coleção Yvonne e Henrique Cavalleiro
1994 – Coleção Leonardo Visconti Cavalleiro

Localização Atual Exposições Individuais Publicações Comentários

Visconti representou diversas vezes seus jardins em Teresópolis, a partir dos fundos da casa, em direção à rua Delfim Moreira, focalizando sempre um dos dois portões azuis: o que ficava, assim, à direita da casa [P609; P638 P617; P606], tinha largura suficiente para a passagem de um automóvel; e o que era representado do lado esquerdo, era mais estreito, destinado aos pedestres. Este é o que aparece nessa paisagem, do mesmo azul que tingiu toda a vegetação: do morro, da rua e do jardim, com exceção das sempre presentes flores vermelhas. Do lado direito, pode-se ver uma estreita faixa da casa, com suas janelas abertas, simbolizando a vida que existia nela. Em várias outras pinturas, Visconti representou este mesmo portão; com exceção de uma que parece ser um estudo [P646], nas demais Visconti deu vazão à sua maneira simbolista [P620; P653; P621], fazendo deste portão um signo do seu Paraíso particular.

O segundo neto de Visconti, Leonardo, conta que, por volta de 1959/60, ajudando sua mãe, a pintora Yvonne Visconti Cavalleiro, a limpar diversos quadros da família, guardados debaixo de uma escada, notou que uma pintura dela, datada de 1954, tinha uma segunda tela por baixo. Retirando a que estava por cima, surpreenderam-se com essa extraordinária paisagem, de autoria de Eliseu Visconti. Perplexa, Yvonne não se recordava de quando havia feito uso do mesmo chassi. Contudo, foi mantida no verso a etiqueta numerada de bordas vermelhas, com a numeração manuscrita correspondente ao seu registro na Exposição Retrospectiva de 1949. Na Exposição Comemorativa de 1994, a pintura foi registrada na lista das obras expostas com o título Jardim de Teresópolis, e a data de 1935/36. Foi também reproduzida numa página de revista não identificada, dos arquivos do Projeto Eliseu Visconti, que pelo layout da página parece ser de Caras, que nas suas primeiras edições apresentava uma seção “Arte”.


Obras Relacionadas