Utilize o campo abaixo para pesquisar obras por título ou código de identificação:

Selecione uma ou mais características para filtrar a sua pesquisa.

P219 - Retrato de Manoel Cícero Peregrino da Silva


Assinatura

Inscrições

A data "1943", logo abaixo da assinatura

Procedência

1943 (out.) – Doada por Visconti ao MNBA

Localização Atual Exposições Individuais Exposições Coletivas Publicações Comentários

O retratado (Recife, 1866 – Rio de Janeiro, 1956) foi entre outras coisas Diretor Geral da Biblioteca Nacional (1900-1924); Reitor da Universidade do Rio de Janeiro (1926-30); Presidente do IHGB (1938-1939). Batalhou pela construção de novo prédio para a BN, na recém aberta Avenida Central, seguindo os ideais do reformador prefeito Pereira Passos. O prédio, para o qual Visconti realizou dois painéis decorativos [P729; P730], foi inaugurado em outubro de 1910. A pintura tem todas as características do retrato oficial: cores sóbrias, fatura lisa, postura formal da figura, expressão séria, trajes escuros e ao fundo, a estante repleta de livros como atributo do homem de letras.  Lygia Martins Costa, em sua “Apreciação da Obra”, no catálogo da Exposição Retrospectiva de 1949, depois de comentar rapidamente alguns outros retratos dos últimos anos, escreve: “Chega Visconti, entretanto, a qualquer cousa inteiramente nova quando executa o ‘Retrato do Sr. Cicero Peregrino da Silva’, 1943 do patrimônio do Museu. Abandona por completo os tons vivos e passa para uma modulação simples e luminosa de castanhos. Sua pintura ganha em capacidade emotiva e em luminosidade. A superposição de tons que já aplicava anteriormente é agora distribuída em áreas maiores, e o pequeno contraste dêsses tons parece concorrer para o efeito almejado”.


Obras Relacionadas