CR1912A - Carta de Machado para Eliseu Visconti sobre a aquisição de “Maternidade” pelo Governo de São Paulo – Incidente com Freitas Valle – 26 de janeiro de 1912

  • Tipo de Documento Correspondências - De 1901 a 1920
  • Ano 1912
  • Acervo Projeto Eliseu Visconti

Pág. 2

Esta carta corrobora a hipótese de que o incidente do Deputado Freitas Valle com Eliseu Visconti, externado pelo artista na correspondência [CR1912], tenha tido como causa a aquisição da tela Maternidade [P415] pelo Governo de São Paulo. O Deputado, integrante da Comissão de Compras da 1ª Exposição Brasileira de Belas Artes, realizada no Liceu de Artes e Ofícios de São Paulo, não indicou a aquisição da tela de Visconti ao Governo do Estado, como era desejo do artista. Segundo a carta, a obra somente teria sido adquirida após a intervenção do presidente da Comissão da Exposição, Dr. Adolpho Pinto. que conseguiu que o Sr. Altino Arantes, Secretário do Interior do Governo do Estado, autorizasse a compra.
Segundo o missivista e autor desta carta (Machado – não identificado), o jornalista português Augusto Barjona, ligado ao Correio Paulistano, criticava e apontava defeitos na obra de Visconti, aparentemente com o objetivo de inviabilizar a compra, interessado que estaria, junto com o pintor José Pinelo Llull, que o governo paulista adquirisse quadros da exposição de obras espanholas que também ocorrera em São Paulo em 1911, organizada pelo pintor Pinelo.
O missivista, para embasar suas assertivas, anexa à carta dois recortes de jornais da época. Um recorte é da coluna “Artes e Artistas”, intitulado “Exposição Brasileira de Bellas Artes”, na qual a aquisição de “Maternidade” é elogiadíssima pelo autor da coluna, que parabeniza o Governo do Estado pela aquisição. Infelizmente o comentário do missivista Machado sobre esta coluna está ilegível, no trecho inferior da página 1 de sua carta, danificado. E o missivista anexa também uma coluna do Correio Paulistano, intitulada “Pintura Espanhola”, em que estão relacionadas as obras espanholas da exposição organizada por José Pinelo Llull, adquiridas pelo Governo do Estado de São Paulo.
Visconti, nove anos antes, havia tido contato cordial com Freitas Valle, inclusive doando ao futuro deputado a obra Trecho de jardim no Luxemburgo [P441], fato relatado na correspondência [CR1903].

Fale Conosco