CR1903 - Carta de Eliseu Visconti a Freitas Valle, sobre o oferecimento de uma obra ao futuro Senador – 8 de abril de 1903

  • Tipo de Documento Correspondências - De 1901 a 1920
  • Ano 1903
  • Acervo CEDOC da Pinacoteca do Estado de São Paulo

Visconti, nesta carta, tenta desfazer um mal-entendido sobre uma obra que ofereceria a Freitas Valle, advogado, poeta, mecenas e futuro político, que se tornaria conhecido como Senador Freitas Valle. Visconti nega que tivesse a intenção de se desfazer da obra “Cabeça de judeu”, como teria entendido Freitas Valle. A obra com esse título não é identificada. Sabe-se que, no mesmo ano, provavelmente em substituição à “Cabeça de judeu”, o artista ofereceu a Freitas Valle a obra Trecho de jardim no Luxemburgo [P441], como prova inscrição em seu verso.
Nove anos depois, as demonstrações de apreço ressaltadas ao final desta carta transformam-se em desagrado com fatos ocorridos que teriam como protagonista o já então Deputado Freitas Valle, como mostra a correspondência [CR1912].
A seguir, a transcrição da carta.

Ilustre amigo Freitas Valle

Não imagina como foi-me doloroso responder o seu amável cartão por uma negativa.
Devo dizer-lhe que anteontem houve entre nós um mal entender a respeito das “Cabeças”.
Sou culpado (confesso) de não ter-me explicado convenientemente a tal respeito.
Francamente, nunca cogitei em desfazer-me da “cabeça de judeu”, se tal fosse a minha intenção lh’a teria oferecido de preferência.
Compreendi a sua gentileza e lh’a agradeço sinceramente; assim como espero que o Dr. saberá dar a verdadeira interpretação ao meu ato.
Agradeço-lhe as inúmeras provas de apreço e simpatias e creia que as saberei guardar como se guardam as recordações as mais puras.
Espero vê-lo antes de partir, assim como, desejo que me considere no número de seus amigos sinceros.

Eliseu Visconti

S. Paulo, 8-4-903

Fale Conosco