Utilize o campo abaixo para pesquisar obras por título ou código de identificação:

Selecione uma ou mais características para filtrar a sua pesquisa.

P106 - Boa noite


Assinatura

Procedência

Coleção Louise Visconti
Coleção Tobias d’Angelo Visconti

Localização Atual Exposições Individuais Publicações Comentários

Uma cena familiar bem ao gosto viscontiano, particularmente interessante por ser um raríssimo retrato de Louise com os longos cabelos soltos, o que concede propriedade ao título. A luz incide diretamente sobre a cabeça e o braço do bebê adormecido, ficando tudo mais na penumbra, o que intensifica o clima de recolhimento. Apesar disso, os detalhes não foram negligenciados, como a chupeta que pende da roupinha dele. O olhar da mãe e o gesto de Yvonne beijando o irmãozinho são de extrema ternura, que estará sempre presente nessas cenas de gênero, que Visconti criará pelo resto de sua carreira, tendo sempre sua família por modelo. Lygia Martins Costa cita essa pintura em sua “Apreciação da Obra”, como exemplo do período realista, em que o castanho desempenha papel saliente: “é de extrema delicadeza de sentimento a execução. O fundo ainda divisionista destaca o grupo em pincelada lisa, pasta luminosa, sobretudo no bebê adormecido ao colo da mãe e da garota que o beija. Todo o resto está na penumbra.” Foi exposta em 1967 com o titulo O beijo e em 1994 como O beijo ou Boa noite. Tendo Tobias, o bebê retratado, nascido em julho de 1910, a data da pintura poderia ser final deste ano ou início do seguinte.


Obras Relacionadas