Livros

Bibliografia – Livros (coletâneas, dicionários e coleções)

ACQUARONE, Francisco.  História da Arte no Brasil. Rio de Janeiro: Oscar Mario, 1939.

________. & VIEIRA, A. Queiroz Primores da Pintura no Brasil. Rio de Janeiro, 2 v., [1942].

________. Mestres da Pintura no Brasil. Rio de Janeiro: Paulo de Azevedo [1949], p. 171-186.

ALMEIDA, Cícero Antônio F. & VASQUEZ, Pedro Karp. Selos postais do Brasil. São Paulo: Metalivros, 2003.

ALVARADO, Daisy Valle Machado Peccinini de. Pintura no Brasil: um olhar no século XX. São Paulo: Nobel, 2000.

AMARAL, Aracy. Artes Plásticas na Semana de 22. São Paulo: Perspectiva, 1970, p. 27, 28, 31 e 32.

ARAÚJO, Olívio Tavares de. Pintura brasileira do século XX: trajetórias relevantes. Rio de Janeiro: 4 Estações, 1998.

AYALA, Walmir. (Coord.) Dicionário Brasileiro de Artistas Plásticos. Brasília: Instituto Nacional do Livro/MEC, v. 4, 1980. (Coleção dicionários especializados, 5).

________. Dicionário de Pintores Brasileiros. Rio de Janeiro: Spala, v. II, 1986, p. 422-424.

BARATA, Frederico. Eliseu Visconti e seu tempo. Rio de Janeiro: Z. Valverde, 1944.

BARDI, Pietro Maria. O Modernismo no Brasil. São Paulo: Banco Sudameris, 1982.

________. História da Arte Brasileira. 4 ed. São Paulo: Melhoramentos, 1988.

BENEZIT, E. Dictionnaire Critique et Documentaire des Peintures, Sculpteurs, Dessinateurs & Graveurs. Paris: Gründ, 14 v., 1999.

BERGER, Paulo et al. Pinturas e Pintores do Rio Antigo. Rio de Janeiro: Livraria Kosmos, 1990, p. 91, 122, 241.

BRAGA, Theodoro. Artistas Pintores no Brasil. São Paulo: São Paulo, 1942.

BREVES, Padre Reynato. A saga dos Breves. Valença, RJ: Ed. Valença, 1995, p. 503, 504.

BUEL, J. W. (Ed.) Louisiana and the fair: An exhibition of the world its people and their achievements. Vol. VII. Saint Louis: Worlds Progress, 1905, p. 2688, 2689 e 2693.

CAMPOFIORITO, Quirino. História da Pintura Brasileira no século XIX. Rio de Janeiro: Pinakotheke, 1983.

CARDOSO, Rafael. Eliseu Visconti [1866-1944] Gioventù, 1898. In: A Arte Brasileira em 25 quadros [1790-1930].  Rio de Janeiro: Record, 2008, p. 124-131.

CAVALCANTI. Carlos (Org.). Dicionário Brasileiro de Artistas Plásticos. Brasília: Instituto Nacional do Livro. v. 4, 1973, p. 494.

________. Como entender a pintura moderna. Rio de Janeiro: Rio, 1978, p. 200-201.

COSTA, Angyone. A inquietação das abelhas. Rio de Janeiro: Pimenta de Melo, 1927, p. 14, 15, 77-82.

COSTA, Lygia Martins. Apreciação da obra. In: Catálogo Exposição Retrospectiva de Elyseu d’Angelo Visconti. Rio de Janeiro: MNBA, 1949, p. 19-27.

COSTA, Maria Cristina Castilho. A imagem da mulher: um estudo de arte brasileira. Rio de Janeiro: SENAC, 2002.

CURY, Constantino. Dicionário de artistas plásticos brasileiros. São Paulo: Cury Arte Brasil, p. 231-243, 2005.

DIJKSTRA, Bram. Idols of Perversity: fantasies of feminine evil in fin-de-siècle culture. New York: Oxford University, 1986, p. 155.

DUQUE, Gonzaga. Contemporaneos. Rio de Janeiro: Benedicto de Souza, 1929, p. 19-26.

ERMAKOFF, George. Augusto Malta e o Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: G. Ermakoff, 2009, p.252.

________. Theatro Municipal do Rio de Janeiro 100 anos. Cristiano Mascaro, ensaio fotográfico. Rio de Janeiro: G. Ermakoff, 2010, p. 9, 66-73, 312-321.

EULÁLIO, Alexandre. Escritos. Campinas/São Paulo: UNICAMP/UNESP, 1992.

FRANCISCO, Nagib. Vida e Obra de Eliseu d’Angelo Visconti, 1866-1944. Rio de Janeiro: Teatral, 2014.

FREIRE, Laudelino. Um Século de Pintura: apontamentos para a História da Pintura no Brasil – de 1816 a 1916. Rio de Janeiro: Röhe, 1916.

FREIRE, Maria Lúcia Santos. Imagens da Arte Brasileira. Rio de Janeiro: Fundação Cesgranrio, 2005, p. 122, 123, 125, 142, 147, 159, 161, 162.

GALVÃO, Alfredo. Subsídios para a história da Academia Imperial e da Escola Nacional de Belas Artes. Rio de Janeiro: ENBA/Universidade do Brasil, 1954.

________. Alunos Premiados da Academia Imperial de Belas-Artes. Rio de Janeiro: ENBA, 1958.

HERRERA, Olga U. Toward the preservation of a Heritage: Latin American and Latino Art in the Midwestern United States. Notre Dame: Institute for Latino Studies/ University of Notre Dame, 2008, p. 12 e 13.

HERKENHOFF, Paulo. Biblioteca Nacional: a história de uma coleção. Rio de Janeiro: Salamandra/Sextante, 1996, p. 12, 14, 138, 139 e 169.

________. Eliseu Visconti, moderno antes do modernismo. In: 5 visões do Rio na coleção Fadel. Rio de Janeiro: Fadel, 2009, p. 172-191.

JORDÃO, Vera Pacheco. A imagem da criança na pintura brasileira. Rio de Janeiro: Salamandra, 1979.

JORGE, Fernando. Vidas de Grandes Pintores do Brasil. São Paulo: Livraria Martins, 1954, p. 91-100.

KIRKHAM, Pat & WEBER, Susan. History of design: decorative arts and material culture, 1400-2000. New Haven: Yale University Press, 2013, p. 583.

LEITE, José Roberto Teixeira. A “Belle Époque”. In: MANUEL, Pedro (Sup. geral). Arte no Brasil. São Paulo: Abril Cultural, 1979, v. 2, p. 556-605.

________. Dicionário Crítico da Pintura no Brasil. Rio de Janeiro: Artlivre, 1988, p. 42, 76, 183, 220, 221, 224, 254, 317, 330, 331, 342, 360, 361, 367, 376, 423, 427, 435, 436, 444, 482, 497, 498, 520, 529-533.

LEHMKUHL, Luciene. O Café de Portinari na Exposição do Mundo Português. Uberlândia: EDUFU, 2011, Fig. 44, p. 128.

MANUEL-GISMONDI, Pedro Caminada. Tentativa de uma Pequena História da Arte no Brasil. São Paulo: Convívio, 1964.

MARQUES, Luiz. Eliseu d’Angelo Visconti. In: 30 mestres da pintura no Brasil: São Paulo: MASP/Credicard, 2001, p. 105-108.

MEDEIROS, João. Dicionário dos Pintores do Brasil. Rio de Janeiro: Irradiação Cultural, 1988, p. 185.

MILLIET, Sergio. Diário Crítico. São Paulo: Livraria Martins Fontes, v. 3, 1945, p. 101-106.

MORAIS, Fernando. Chatô, o rei do Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 1994.

MORAIS, Frederico. Eliseu Visconti e a Crítica de Arte no Brasil. In: Aspectos da Arte Brasileira, Rio de Janeiro: MEC/FUNARTE, 1980, p. 83-95.

________. Panorama das Artes Plásticas: séculos XIX e XX. São Paulo: Instituto Cultural Itaú, 1989.

________. Cronologia das Artes Plásticas no Rio de Janeiro: da Missão Artística Francesa à Geração 90 – 1816-1994. Rio de Janeiro: Topbooks, 1995.

________. O Brasil na visão do artista: a natureza e as Artes Plásticas. São Paulo: Prêmio, 2001, p. 66.

________. O Brasil na visão do artista: o país e sua gente. São Paulo: Prêmio, 2002.

________. Eliseu Visconti: primado do sensível. In: Arte Brasileira na Pinacoteca do Estado de São Paulo: do século XIX aos anos 1940. São Paulo: Cosac Naify/ Imprensa Oficial/ Pinacoteca, 2009, p. 118-133.

MOTTA, Flávio. Eliseu Visconti e o “Art Nouveau”. In: Contribuições ao Estudo do “Art Nouveau” no Brasil. São Paulo, s.ed., 1957, p. 36-39.

________. Visconti e o início do século XX. In: PONTUAL, Roberto. Dicionário das Artes Plásticas no Brasil. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1969.

OLIVEIRA, Valéria Ochoa. A arte na Belle Époque: o simbolismo de Eliseu Visconti e as Musas. Uberlândia: EDUFU, 2008.

PEDROSA, Mário. Acadêmicos e Modernos – Textos Escolhidos III. Otília Arantes (Org.). 1. ed. 1. reimpr. São Paulo: EdUSP, 2004, p. 119-133.

PEREIRA, Sonia Gomes. O Novo Museu Dom João VI. Rio de Janeiro: EBA/UFRJ, 2008.

________. Arte Brasileira no século XIX. Belo Horizonte: C/Arte, 2008. (Coleção Didática – Historiando a Arte Brasileira).

________. Arte, ensino e academia: estudos e ensaios sobre a Academia de Belas Artes do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Mauad: Faperj, 2016, p. 145, 146, 217, 244, 249.

PINHEIRO, João Ribeiro. História da Pintura Brasileira. Rio de Janeiro: Leuzinger, 1931, p. 56.

PONTUAL, Roberto. Dicionário das Artes Plásticas no Brasil. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1969, p. 543-545.

REIS JÚNIOR, José Maria dos. Eliseu Visconti. In: História da Pintura no Brasil. São Paulo: Leia, 1944, p. 293-305.

RIBEIRO, M. Izabel Branco. Eliseu Visconti. São Paulo : Folha de S. Paulo, 2013. (Coleção Folha Grandes Pintores Brasileiros; 18).

RIO, João do. Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Photo/Musso, 1913, p. 81, 85, 91-93.

RODRIGUES. João Carlos. João do Rio: vida, paixão e obra. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2010, p. 34, 105.

RUBENS, Carlos. Pequena História das Artes Plásticas no Brasil. São Paulo/ Rio de Janeiro/ Recife/ Porto Alegre: Nacional, 1941. (Brasiliana – Biblioteca Pedagógica Brasileira, v. 198).

SANTOS, Carlos Américo. Painting and Sculpture. In: LLOYD, Reginald (Director-in-chef – London and Rio de Janeiro). Twentieth Century Impressions of Brazil: Its history, people, commerce, industries and resources. London: Lloyds Greater Britain Publishing Company, 1913, p. 140.

SANTOS, M. das Graças V. Proença. História da Arte. 11 ed. São Paulo: Ática, 1998. p. 221-222.

SERAPHIM, Mirian N. Eros adolescente: No verão de Eliseu Visconti. Campinas: Autores Associados, 2008. (Florada das Artes).

SIMIONI, Ana Paula Cavalcanti. Profissão Artista: Pintoras e escultoras acadêmicas brasileiras. São Paulo: Edusp/ Fapesp, 2008, p. 260-262.

TEIXEIRA, Oswaldo; BARATA, Frederico e ARAÚJO, Carlos da Silva. Eliseu D’Angelo Visconti. Rio de Janeiro: Gráfica Sauer/ Biblioteca da Academia Carioca de Letras, 1945 (Cadernos 16).

VIEIRA, José Geraldo. Crítica de arte na revista Habitat. São Paulo: EdUSP, 2012, p. 130,131.

VISCONTI, Tobias Stourdzé. (Org.). Eliseu Visconti: a Arte em Movimento. Rio de Janeiro: Hólos, 2012.

VISCONTI, Tobias d’Angelo. Personalidade. In: VISCONTI, Tobias Stourdzé. (Org.). Eliseu Visconti: a Arte em Movimento. Rio de Janeiro: Hólos, 2012, p. 56-63.

VISCONTI, Tobias Stourdzé. Eliseu Visconti e o Theatro Municipal do Rio de Janeiro. In: MORAIS, Frederico. Arte Brasileira – cortes e recortes (Soraia Cals e Evandro Carneiro, leilão) Rio de Janeiro, maio 2010.

________. Uma trajetória pioneira. In: VISCONTI, Tobias Stourdzé. (Org.). Eliseu Visconti: a Arte em Movimento. Rio de Janeiro: Hólos, 2012, p. 12-55.

________. Theatro Municipal do Rio de Janeiro. In: VISCONTI, Tobias Stourdzé. (Org.). Eliseu Visconti: a Arte em Movimento. Rio de Janeiro: Hólos, 2012, p. 162-195.

WALTON, W.; SAGLIO, A. & CHAMPIER, V. Chefs-d’Oeuvres of the Exposition Universelle. Vol. VI. Philadelphia: George Barrie & Son, 1900, p. 81, 82.

ZANINI, Walter (Org.) História Geral da Arte no Brasil. São Paulo: Instituto W. Moreira Salles/ Fundação Djalma Guimarães: São Paulo, v. 1, 1983.