PR1884A - Menção Honrosa em Escultura de Ornatos no Liceu de Artes e Ofícios – 1884

  • Tipo de Documento Prêmios
  • Ano 1884
  • Acervo Projeto Eliseu Visconti

A matrícula de Eliseu Visconti no Liceu de Artes e Ofícios do Rio de Janeiro foi efetivada em 1882. Tobias d’Angelo, irmão de Eliseu, por conta de sua atuação no jornal que fundara voltado à colônia italiana, La Voce del Popolo, mantinha amizade com o poeta Otaviano Hudson. E o poeta ligaria seu nome às artes plásticas ao encaminhar Eliseu com uma carta de apresentação a Francisco Bethencourt da Silva, fundador do Liceu, Instituição voltada para atender estudantes de classes menos favorecidas. Visconti permanece como aluno da Instituição de 1882 a 1886, período no qual é agraciado com este e diversos outros prêmios.
Este prêmio, recebido em solenidade realizada em janeiro de 1884, refere-se a trabalhos realizados no ano letivo de 1883, com os professores Bernardo Alberti e Quintino José de Faria.
Na entrega deste premio, Visconti é estimulado por D. Pedro II a ingressar na Imperial Academia de Belas Artes do Rio de Janeiro. O imperador, impressionado que ficara com uma escultura de Visconti intitulada “As Romãs“, aconselha o jovem Eliseu a continuar seus estudos na Academia: “Por que o senhor não entra na Academia? O senhor deve continuar, deve entrar o quanto antes na Academia.” Foram as palavras de D. Pedro II ao ser apresentado a Visconti por Estevão Silva, durante a solenidade no Liceu Imperial de Artes e Ofícios. O Imperador gostava de distribuir pessoalmente os prêmios aos alunos da Instituição.

Fale Conosco