CR1938 - Carta de Eliseu Visconti a Oswaldo Teixeira com dados biográficos – 28 de agosto de 1938

  • Tipo de Documento Correspondências - Após 1920
  • Ano 1938
  • Acervo Museu Nacional de Belas Artes - Rio de Janeiro, Reprodução do documento no acervo do Projeto Eliseu Visconti

CARTA DE VISCONTI A OSWALDO TEIXEIRA - 1938 - PÁG. 6
CARTA DE VISCONTI A OSWALDO TEIXEIRA – 1938 – PÁG. 6

Por solicitação de Oswaldo Teixeira, então Diretor do Museu Nacional de Belas Artes, Visconti escreveu esta carta em que resume sua carreira de artista. Embora cometa alguns erros, compreensíveis pela idade avançada, as informações prestadas foram de grande valia para a construção da biografia de Visconti. Também neste documento Visconti afirma: “A minha principal obra está no Theatro Municipal”. O manuscrito original tem seis páginas, sendo que a primeira e a sexta página estão aqui apresentadas. Abaixo, a transcrição da carta da página 1 à página 5. A sexta página foi um adendo que Visconti fez após assinar a carta na página 5.

Illmo. Snr. Oswaldo Teixeira
Diretor do Museu de Pintura
Tenho o prazer de responder a vossa circular recebida ultimamente.
A
Nasci a 30 de julho de 1867 em Giffoni Vallepiane, provincia de Salerno – Italia.
Habito o Brasil ha 65 annos. Fiz todos os meus estudos primarios, secundarios e superiores no Brasil.
B
Estudei exclusivamente no Rio. Comecei a estudar desenho e modelagem no antigo Lyceu de Artes e Officios em 1883.
C
A 25 de julho de 1885 acompanhado do grande Victor Meirelles matriculei-me na antiga Academia de Bellas Artes. Cursei todas as aulas theoricas e praticas. Tive como professor de Desenho e Pintura: de Desenho, José Maria de Medeiros e professores de pintura: Henrique Bernardelli e Rodolpho Amoêdo. Depois de 8 annos de estudos e a proclamação da Republica, as artes tomaram nova orientação sob a direção do Rodolpho Bernardelli.
D
Em 1892 abre-se o primeiro Concurso da Republica para viagem a Europa de (5 annos). Entre 7 concurrentes fui classificado em primeiro lugar em todas as provas.
E
Em 28 de Fevereiro de 1893 segui para Paris, e após concurso des places na Escola de Bellas Artes, alcancei entre 370 concorrentes, em pintura, a classificação Dez.
Fazia, assim, em parte entre os primeiros alumnos da Escola em Paris.
F
A verdadeira assignatura do Artista é o Estylo, esse não se pode falsificar.
G
Os generos, em arte, provem da incapacidade de se generalizar.
H
Em 1900, voltei da Europa; Como pensionista, fiz a minha Exposição de apresentação.
Esta exposição (1901) na propria Escola constou não sómente de composições historicas, de uma copia do celebre quadro de Velasquez, tamanho natural, as “Lanças” como tambem de outra exposição de “Arte Decorativa” e artes aplicadas ás industrias.
A segunda exposição foi feita á São Paulo em 1903. (março)
I
Em 1903 (agosto) concorri a 3 concursos para sellos postaes e cartas-postaes em um total de 16 projectos, vencedor em todos os concursos e para me castigar da victoria nunca a Casa da Moeda consentio a sua publicação!!
Recompensas
Medalha de Honra (Bellas Artes)
Exposição Nacional 1922 (Rio de Janeiro)
Medalha de Ouro
Exposição de S. Luiz 1905 (America do Norte) com o quadro “S. Sebastião”.
Medalha de Prata
Exposição de `Paris de 1900, quadro “Oreadas”
Menção honrosa da Secção de Arte Decorativa e Artes Aplicadas, Paris 1900.
“Sonho Mystico” quadro adquirido pelo Governo do Chile para o Museu de Santiago pela somma de seis contos de reis 1908.
————
Os meus principais trabalhos encontram-se no Rio.
Biblioteca Nacional
“O progresso”, “A arte no tempo e no Espaço”
Prefeitura Municipal – Rio.
“Retratos” quadro alegórico.
Museu de S. Paulo “Maternidade”
A minha principal obra está no Theatro Municipal
“A passagem do Dia” Salla Espectaculo.
“Panno de Bocca” 13 x 12m “Influencia da Arte sobre a Civilização”
“O Radio” 19 x 4m Frisa sobre o panno de bocca
“A tragedia” a “Comedia” Salla Escpectaculo
– Foyer –
“A Musica” (Rythmo, harmonia, Melodia) 15 x 5m
“Inspiração Poetica” 6 x 4m
“Inspiração Musical” 6 x 4m
Com a remodelação do Theatro Municipal em 1933 ficou inutilisada a primitiva Frisa medindo 15 x 4m.
Os trabalhos do Theatro Municipal foram executados de 1905 a 1908.
O espaço limitado de um Catalogo de Museu, não comporta maior nomenclatura de meus trabalhos.
Rio, 26 de agosto 1938.

Fale Conosco