CR1892 - Termo de julgamento da prova de modelo vivo do concurso ao lugar de pensionista do Estado na Europa – 1892

  • Tipo de Documento Correspondências - Até 1900
  • Ano 1892
  • Acervo Museu D. João VI - Escola de Belas Artes - Rio de Janeiro

Do primeiro concurso da República para Prêmio de Viagem ao estrangeiro participaram, além de Visconti, mais seis concorrentes. Como forma de manter o anonimato e garantir a isenção do júri, cada concorrente adotou uma palavra e um símbolo para sua identificação. Visconti, talvez pressentindo a vitória que o levaria à sonhada viagem, utiliza a palavra “Adeus” associada ao seu nome. E adota, como símbolo, a representação gráfica do triângulo invertido, prenúncio do papel de protagonista que conferiria à mulher em sua eclética obra. Dividido em três etapas, o documento manuscrito ao lado é a primeira página do termo de julgamento da primeira prova, de modelo vivo, vencida por Visconti. Abaixo, a transcrição integral deste termo de julgamento:

Escola Nacional de Bellas Artes
Capital Federal, 17 de Novembro de 1892.
Termo de julgamento da prova de modelo vivo do concurso ao lugar de pensionista do Estado na Europa

No dia 17 de Novembro de 1892, á 1 hora da tarde, reunidos os professores Rodolpho Amoedo, Henrique Bernardelli, Pedro Weingartner, da Commissão Julgadora, presentes os cidadãos Director e Secretario, deliberaram acceitar todos os trabalhos que costituem a primeira prova do concurso, estabelecendo a seguinte classificação conforme o merecimento desses trabalhos:
1º lugar – o trabalho marcado – Δ –
2º lugar – o trabalho marcado – Arte e Liberdade –
3º lugar – o trabalho marcado – Cupio discere –
4º lugar – o trabalho marcado – ? –
Deliberam mais os membros da Commissão Julgadora que os enveloppes contendo os anagrammas pertencentes aos candidatos seriam abertos no acto de entrada dos mesmos para a 2ª prova, e que fosse afixada na portaria a classificação acima referida, do que foi resolvido lavrar o presente termo, assignando-o os professores, o cidadão Director e Secretario.
Capital Federal, 17 de novembro de 1892.
[assinam:]
Rodolpho Bernardelli
Rodolpho Amoedo
Henrique Bernardelli
Pedro Weingartner
Modesto Brocos
[?] José Teixeira