Textos Acadêmicos

Bibliografia – Textos acadêmicos (teses, dissertações, monografias, artigos em anais e publicações especializadas)

ALVES, Fabíola Cristina. A lição Viscontiana. Tese (Doutorado) – Instituto de Artes, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita, São Paulo, 2016.

________. Eliseu Visconti e o “Espaço democrático” da arte vinculado à oficialidade estatal. In: BRANDÃO, Angela;  TATSCH, Flávia Galli & DRIEN, Marcela (Org.). Política(s) na História da Arte: Redes, contextos e discursos de mudança. São Paulo: PPG em História da Arte/ Unifesp, 2017, p. 275-286.

CALZA, Cristiane et al. Analysis of the painting “Gioventú” (Eliseu Visconti) using EDXRF and computed radiography. Applied Radiation and Isotopes. Vol. 68, april-may, p. 861-865, 2010.

CAVALCANTI, Ana Maria Tavares. Les Artistes Bresiliens et “Les Prix de voyage en Europe” A la fin du XIXe siècle: vision d’ensemble et etude approfondie sur le peintre Eliseu d’Angelo Visconti (1866-1944). Tese (Doutorado) – U. F. R. d’Histoire de l’Art et Arqueologie, Pantheon Sorbonne, Université Paris I, Paris, 1999.

________. Entre a alegoria e o deleite visual: as pinturas decorativas de Eliseu Visconti para o Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Arte & Ensaios. Revista do Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais EBA/UFRJ, ano IX, nº 9, p. 46-57, 2002.

________. O conceito e a função da arte na visão de um pintor brasileiro entre os séculos XIX e XX: uma leitura dos cadernos de notas de Eliseu Visconti (1866-1944). In: Revisão Historiográfica: o estado da questão. Atas do I Encontro de História da Arte do IFCH/Unicamp. Campinas: Unicamp, v. 1, 2010, p. 72-83.

________. Entre “Las Parvas” de Martín Malharro (1865-1911) e “A Passagem do Dia” de Eliseu Visconti (1866-1944) – reflexões sobre a exigência de originalidade em arte. In: Original-Copia. Original? III Congreso Internacional de Teoría e Historia de las Artes – XI Jornadas del CAIA. Buenos Aires, 2005, p. 65-75.

________. Eliseu Visconti: o impressionismo e o meio artístico parisiense do final do século XIX. ArtCultura, Uberlândia: EDUFU, v. 7, nº 10, p. 149-160, jan.-jun., 2005.

________. Sessenta desenhos de Visconti. In: ELUF, Lygia (Org.). Eliseu Visconti. Campinas/ São Paulo: Unicamp/ Imprensa Oficial, 2008, p. 11-19. (Coleção Cadernos de Desenho, 1).

________. Eliseu Visconti (1866-1944) e as vanguardas artísticas europeias. In: DAZZI, Camila & VALLE, Arthur (Eds.). Oitocentos – Arte Brasileira do Império à República. Rio de Janeiro: EDUR-UFRJ/DezenoveVinte, vol. 2, p. 41–56, 2010.

________. História da Arte e ficções num caderno de notas de Eliseu Visconti Arte&Ensaios, nº 21, p. 92–99, 2010.

________. Eliseu Visconti, a história da arte no Brasil e o discurso crítico entre 1901 e 1967. In: COLÓQUIO DO COMITÊ BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA ARTE, 30., 2010, Rio de Janeiro. Anais eletrônicos… Rio de Janeiro: CBHA, 2010, p. 1120-1129. Disponível em: <http://www.cbha.art.br/coloquios/2010/anais/site/pdf/_completo2010copia.pdf>.

________. Família. SERAPHIM, Mirian N.; CARDOSO, Rafael; VISCONTI, Tobias Stourdizé (Org.). Eliseu Visconti: a modernidade antecipada. Rio de Janeiro: Hólos, 2012, p. 82-93.

________. Formação em Paris (1893-1900). In: VISCONTI, Tobias Stourdzé. (Org.). Eliseu Visconti: a Arte em Movimento. Rio de Janeiro: Hólos, 2012, p. 196-215.

________. O ateliê e a imagem do artista : O caso de Eliseu Visconti na França (1893-1915). In: VALLE, Arthur; DAZZI, Camila; PORTELA, Isabel Sansonn & SILVA, Rosangela de Jesus (Org.) Oitocentos Tomo IV: O Ateliê do Artista. Rio de Janeiro: CEFET/RJ, 2017, p. 33-42. Disponível em: <http://dezenovevinte.net/800/tomo4/index_arquivos/800_IV_amtc.pdf>.

________. Da prática das cópias às imagens de referência na pintura de Eliseu Visconti. In: CAVALCANTI, Ana Maria; MALTA, Marize & PEREIRA, Sonia Gomes (Org.). Modelos na Arte: Ensino, prática e crítica. Rio de Janeiro: Nau, 2017, p. 147-163.

________. Impressões sobre o meio artístico nacional nas cartas de Rodolpho Bernardelli, diretor da ENBA, a Eliseu Visconti, pensionista em Paris. In: CAVALCANTI, Ana; MALTA, Marize & PEREIRA, Sonia Gomes (Org.). Histórias da Escola de Belas Artes. Rio de Janeiro: Nau, 2017, p. 161-173.

CAVALLEIRO, Leonardo Visconti & FARIAS, Claudio Lamas. Visconti designer. In: VISCONTI, Tobias Stourdzé. (Org.). Eliseu Visconti: a Arte em Movimento. Rio de Janeiro: Hólos, 2012, p. 142-161.

FERNANDES, Christian Conceição. Iteratividade intratextual na leitura de uma pintura fin-de-siècle brasileira: isotopias em Recompensa de São Sebastião (1898), de Eliseu Visconti. Dissertação (Mestrado) – Centro de Artes, Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, 2014.

________. Sincretismo temático e ressignificação do sagrado em “Recompensa de São Sebastião” de Eliseu Visconti. In: COLÓQUIO DO COMITÊ BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA ARTE, 34., 2014, Uberlândia. Anais eletrônicos… Uberlândia: CBHA/UFU, 2015, p. 107-114. Disponível em:<http://www.cbha.art.br/coloquios/2014/imgscbha2014/anaisCBHA2014vol1.pdf>.

GUIMARÃES. Maria. Segredos debaixo da tinta. Pesquisa. São Paulo: FAPESP, nº 168, p 58-61, fev. 2010.

LAVOR, Evelyn Caroline Nascimento. Um novo olhar sobre as pinturas de temática religiosa de Eliseu Visconti. Monografia (Especialização) – Faculdade de São Bento do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2014.

MICELI, Sergio. Retratos insuflados. In: VISCONTI, Tobias Stourdzé. (Org.). Eliseu Visconti: a Arte em Movimento. Rio de Janeiro: Hólos, 2012, p. 216-225.

MIGLIACCIO, Luciano. Visconti e o Simbolismo. In: VISCONTI, Tobias Stourdzé. (Org.). Eliseu Visconti: a Arte em Movimento. Rio de Janeiro: Hólos, 2012, p. 226-237.

MOLINA, Ana Heloisa. “A Influência das Artes na Civilização”. Eliseu d’Angelo Visconti e modernidade na primeira República. Tese (Doutorado) – Setor de Ciências Humanas, Letras e Artes, Pós-Graduação em História, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2004.

________. Alegorias sobre o moderno: os quadros “Solidariedade humana” e “O progresso” de Eliseu Visconti (1866-1944). Estudos Ibero-americanos, Porto Alegre: EDIPUCRS, v. XXI, nº 2, p. 105-128, dez. 2005.

________. “A Influência das Artes na Civilização”: Eliseu Visconti e o Pano de Boca do Teatro Municipal do Rio De Janeiro. 19&20, Rio de Janeiro, v. IV, nº 2, abr. 2009. Disponível em: <http://www.dezenovevinte.net/obras/visconti_panodeboca.htm>.

NUNES, José Luiz da Silva. Eliseu d’Angelo Visconti: sua formação artística no Brasil e na França. Dissertação (Mestrado) – Centro de Letras e Artes, Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2003.

________. A formação artística do pintor Eliseu Visconti. In: COLÓQUIO DO COMITÊ BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA ARTE, 23., 2003, Rio de Janeiro. Anais… Rio de Janeiro: CBHA/UERJ/UFRJ, 2004. p. 227-234.

OLIVEIRA, Valéria Ochoa. Um olhar sobre as Musas de Eliseu Visconti: a pintura do foyer do Teatro Municipal do Rio de Janeiro. Dissertação (Mestrado) Programa de Pós-Graduação em História, Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2004.

________. Alegoria à música, de Eliseu Visconti: a desconstrução do mito de Apolo. ArtCultura, Uberlândia: EDUFU, v. 7, nº 10, p. 177-194, jan.-jun., 2005.

SANCHES, Maria José. Impressionismo Viscontiniano. Dissertação (Mestrado) – Departamento de Artes Plásticas, Escola de Comunicação e Artes, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1982.

SERAPHIM, Mirian N.  No Verão de Eliseu d’Angelo Visconti. In: COLÓQUIO BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA ARTE, 22., 2002, Porto Alegre. Anais… Porto Alegre: PUCRS Virtual, 2003. 1 CD-ROM.

________. Nem ninfas, nem lolitas: a inocência e a pureza nuas de Visconti. In: Discutir el Cânon: Tradiciones y valores en crisis – II Congreso Internacional de Teoria e Historia de las Artes – X Jornadas del CAIA. Buenos Aires: CAIA, 2003, p. 179-192.

________. No Verão (1894) de Eliseu d’Angelo Visconti. Dissertação (Mestrado) – Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Departamento de História, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2003.

________. Dedicação e Harmonia: família e arte na vida de Eliseu Visconti. In: COLÓQUIO DO COMITÊ BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA ARTE, 23., 2003, Rio de Janeiro. Anais… Rio de Janeiro: CBHA/UERJ/UFRJ, 2004. p. 381-389.

________. A catalogação da obra de Eliseu Visconti e Sonho Místico, uma aquisição do Governo do Chile. In: Arte y crisis en Iberoamérica – Segundas Jornadas de Historia del Arte. Santiago: RIL, 2004, p. 103-111.

________. Três exposições individuais e três auto-retratos de Visconti: uma breve síntese de sua obra. ArtCultura. Uberlândia: EDUFU, v. 7, nº 10, p. 161-175, jan./jun. 2005.

________. Eliseu Visconti e a construção da cultura artística de São Paulo. Revista de História da Arte e Arqueologia. Campinas: IFCH/Unicamp, nº 5, p. 109-124, dez. 2005.

________. Documentos inéditos de Visconti. Revista de História da Arte e Arqueologia. Campinas: IFCH/Unicamp, nº 5, p. 139-152, dez. 2005.

________. Um novo olhar sobre a obra de Eliseu Visconti. Fenix. Revista de História e Estudos Culturais. v. 3, Ano III, nº 3, jul./ago./set. 2006. Disponível em: <http://www.revistafenix.pro.br/PDF8/DOSSIE-ARTIGO6-Mirian.Seraphim.pdf>.

________. A catalogação das pinturas de Eliseu Visconti. 19&20. v. 1, nº 2, ago. 2006. Disponível em: <http://www.dezenovevinte.net/artistas/visconti_cat_pinturas.htm>.

________. No verão de Eliseu Visconti: obra pioneira que revela seu autor. Revista de História da Arte e Arqueologia. Campinas: IFCH/Unicamp, nº 7, p. 63-75, jan./jun. 2007.

________. 1890 – O primeiro ano da República agita o meio artístico brasileiro e marca a carreira de Eliseu Visconti. In: CAVALCANTI, Ana M. T.; DAZZI, Camila & VALLE, Arthur (Org.). Oitocentos: Arte brasileira do Império à Primeira República. Rio de Janeiro: EBA-UFRJ/ DezenoveVinte, 2008, p. 257-272.

________. Eliseu Visconti por Mário Barata: a poética do sensível e a alteração da visualidade dominante. In: COLÓQUIO DO COMITÊ BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA ARTE, 28., 2008, Rio de Janeiro. Anais eletrônicos… Rio de Janeiro: CBHA/UERJ, 2008, p. 1005-1015. Disponível em: <http://www.cbha.art.br/coloquios/2008/anais.pdf>.

________. Novas descobertas sobre duas pinturas de Eliseu Visconti. 19&20. v. 5, nº 2, abr. 2010. Disponível em: <http://www.dezenovevinte.net/obras/ev_mirian2.htm >.

________. Novas descobertas sobre duas pinturas de Eliseu Visconti. In: VALLE, Arthur & DAZZI, Camila (Org.) Oitocentos: Arte brasileira do Império à República, t. 2. Seropédica/Rio de Janeiro: EDUR/UFRRJ, 2010, p. 483-499. Disponível em: <http://www.dezenovevinte.net/800/tomo2/tomo2.html>.

________. Eliseu Visconti: aluno, bolsista e expositor. In: MALTA, Marize. (Org.). O ensino artístico, a história da arte e o museu D. João VI. Rio de Janeiro: EBA/UFRJ, 2010, p. 267-276.

________. Eliseu Visconti: os caminhos de uma visualidade nova. In: COLÓQUIO DO COMITÊ BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA ARTE, 30., 2010, Rio de Janeiro. Anais eletrônicos… Rio de Janeiro: CBHA, 2010, p. 407-416. Disponível em: <http://www.cbha.art.br/coloquios/2010/anais/site/pdf/_completo2010copia.pdf>.

________. A catalogação das pinturas a óleo de Eliseu d’Angelo Visconti: o estado da questão. Tese (Doutorado) – Departamento de História, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2v., 2010.

________. O processo criativo em Visconti. In: COLÓQUIO DO COMITÊ BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA ARTE, 31., 2011, Campinas. Anais eletrônicos… Campinas: CBHA/Unicamp, 2011, p. 407-424. Disponível em: <http://www.cbha.art.br/coloquios/2011/anais/pdfs/anais2011.pdf>.

________.  Eliseu Visconti: Expositor, professor e incentivador. In: MALTA, Marize; PEREIRA, Sonia Gomes; & CAVALCANTI, Ana. (Org.). Novas perspectivas para o estudo da arte no Brasil de entresséculos (XIX/XX). Rio de Janeiro: EBA/UFRJ, 2012, p. 234-243.

________. Infância. In: SERAPHIM, Mirian N.; CARDOSO, Rafael; VISCONTI, Tobias Stourdzé. (Org.). Eliseu Visconti – A Modernidade Antecipada. Rio de Janeiro: Hólos, 2012, p. 94-105.

________. Feminino. In: SERAPHIM, Mirian N.; CARDOSO, Rafael; VISCONTI, Tobias Stourdizé. (Org.). Eliseu Visconti – A Modernidade Antecipada. Rio de Janeiro: Hólos, 2012, p. 106-113.

________. Impressionismo. In: SERAPHIM, Mirian N.; CARDOSO, Rafael; VISCONTI, Tobias Stourdzé. (Org.). Eliseu Visconti – A Modernidade Antecipada. Rio de Janeiro: Hólos, 2012, p. 114-123.

________. A Carreira Artística. In: VISCONTI, Tobias Stourdzé. (Org.). Eliseu Visconti: a Arte em Movimento. Rio de Janeiro: Hólos, 2012, p. 64-141.

­­________. A participação de Visconti em mostras internacionais. In: COLÓQUIO DO COMITÊ BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA ARTE, 32., 2012, Brasília. Anais eletrônicos… Brasília: CBHA/UnB, 2012, p. 645-666. Disponível em: <http://www.cbha.art.br/coloquios/2012/anais/anais2012.pdf>.

________. Paisagem viscontiana: Prazer e liberdade. In: AVANCINI, José Augusto; GODOY, Vinicius Oliveira & KERN, Daniela (Org.) Paisagem em questão: cultura visual, teorias e poéticas da paisagem. Porto Alegre: UFRGS/Evangraf, 2013, p. 143-157.

________. O uso da fotografia na criação e no estudo da obra de Visconti. Boletim, São Paulo, CAP-ECA-USP. (Grupo de Estudos Arte & Fotografia do Departamento de Artes Plásticas), v. 6, p. 43-53, 2013.

________. Cabral por Eliseu Visconti. In: VALLE, Arthur; DAZZI, Camila & PORTELA, Isabel (Org.) Oitocentos: Intercâmbios culturais entre Brasil e Portugal, t.3. Seropédica: UFRRJ, 2013, p. 401-411.

­­­________. O método comparativo no estudo da obra de Visconti e as ilusões de fumaça. In: COLÓQUIO DO COMITÊ BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA ARTE, 34., 2014, Uberlândia. Anais eletrônicos… Uberlândia: CBHA/UFU, 2015, p. 333-343. Disponível em: <http://www.cbha.art.br/coloquios/2014/imgscbha2014/anaisCBHA2014vol1.pdf>.

________. Visconti nos acervos museológicos do Brasil. In: HOFFMANN, Ana Maria Pimenta; BRANDÃO, Angela; SCHIAPPACASSE, Fernando Guzmán & SOLAR, Macarena Carroza (Org.) História da Arte: coleções, arquivos e narrativas. Bragança Paulista: Urutau, 2015, p. 213-230.

________. As retrospectivas de Visconti: rememoração, construção e circulação de ideias. In: COLÓQUIO DO COMITÊ BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA ARTE, 35., 2015, Rio de Janeiro. Anais eletrônicos… Rio de Janeiro: CBHA, 2015, p. 303-315. Disponível em: <http://www.cbha.art.br/coloquios/2015/pdfs/ANAIS-CBHA-2015.pdf>.

________. Casa-jardim-Ateliê : O espaço para a criação de Visconti. In: VALLE, Arthur; DAZZI, Camila; PORTELA, Isabel Sansonn & SILVA, Rosangela de Jesus (Org.) Oitocentos Tomo IV: O Ateliê do Artista. Rio de Janeiro: CEFET/RJ, 2017, p. 197-210. Disponível em:
<http://dezenovevinte.net/800/tomo4/index_arquivos/800_IV_mns.pdf>.

________. Os percalços e a polêmica do pano de boca do Teatro Municipal do Rio de Janeiro. In: COLÓQUIO DO COMITÊ BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA ARTE, 36., 2016, Campinas. Anais eletrônicos… Rio de Janeiro: CBHA, 2017, p. 414-428. Disponível em: <http://www.cbha.art.br/coloquios/2016/anais/pdfs/3_Mirian%20Seraphim.pdf>.

SOUSA, Silvia Maria de. Eliseu Visconti – um percurso em busca da luz. Dissertação (Mestrado) – Instituto de Letras, Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2002.

TOMÉ, Aline Viana. O gênero paisagem como lugar de memória: a representação do Rio de Janeiro na obra de Eliseu Visconti. In: SEMINÁRIO NACIONAL DE HISTÓRIA: POLÍTICA, CULTURA & SOCIEDADE, 5., 2013, Rio de Janeiro. Anais eletrônicos (Errata Vol. 2)… Rio de Janeiro: UERJ/PPGH. Disponível em: <http://semanahistoriauerj.net/wordpress/wp-content/uploads/2015/01/ANAIS-2013-VOL.-2-ERRATA.pdf>.

________. Como ver o Rio: a representação da Zona Sul carioca na obra de Eliseu Visconti. In: COLÓQUIO INTERNACIONAL DE HISTÓRIA DA ARTE E DA CULTURA, 3., 2014, Juiz de Fora. Anais… Juiz de Fora: América, 2014. v. 2. p. 20-25.

________. Representações da cidade do Rio de Janeiro na pintura de paisagem de Eliseu D’Angelo Visconti (1866-1944). Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós-Graduação em História, Universidade Federal de Juiz de Fora, Juiz de Fora, 2016.

________. A tradição da pintura pitoresca na obra de Eliseu Visconti (1866-1944): as lavadeiras e seus varais. Temporalidades, v. 8, n. 3. PPG em História UFMG, 2016. Disponível em: <https://seer.ufmg.br/index.php/temporalidades/article/view/4045/pdf>.

________. O Rio de Janeiro e seus prismas: o moderno na obra de Eliseu Visconti e Gustavo Dall’Ara. 19&20. v. 12, n. 1. Rio de Janeiro, jan.-jun. 2017. Disponível em: <http://www.dezenovevinte.net/obras/avt_prismas.htm>.

________. Da terapia ao hedonismo: a paisagem litorânea na produção pictórica de Eliseu Visconti (1866-1944). Ars Historica, n. 14, jan./jun. 2017, p. 157-177. Disponível em: <http://www.ars.historia.ufrj.br/images/11ed/14ed/9_artigo_aline%20viana%20tom_14.pdf>.

VISCONTI, Leonardo. Eliseu Visconti, introdutor do impressionismo e do design no Brasil. Designe, Rio de Janeiro, v. 1, n. 1, p. 3-6, ago. 1999.