O Projeto Eliseu Visconti - Realizações

Decrease Font Size Increase Font Size

2005
Em outubro, Tobias Stourdzé Visconti, neto de Eliseu Visconti, lança o site oficial do artista e cria o Projeto Eliseu Visconti, com o objetivo de preservar e divulgar a obra do pintor.
2006
Em janeiro, o Projeto Eliseu Visconti passa a contar com o apoio gerencial da Hólos - Consultores Associados para a produção dos eventos, empresa de Christina Gabaglia Penna.
2007
De 28 de agosto a 30 de setembro de 2007, no Centro Cultural da Caixa Econômica Federal, Rio de Janeiro, é realizada a exposição “Eliseu Visconti – Arte e Design”, primeiro evento do Projeto Eliseu Visconti. A exposição, com curadoria do Prof. Rafael Cardoso, apresentou os principais projetos de Visconti relacionados às artes gráficas e à arte aplicada à indústria. Comemorando o centenário da primeira exposição em Paris das decorações do Theatro Municipal do Rio de Janeiro (pano de boca, friso sobre o proscênio e plafond), foram também apresentados os estudos realizados pelo artista para essas decorações.
2008
No dia 13 de maio é constituída a Associação Cultural Eliseu Visconti, para representar como pessoa jurídica as atividades do Projeto Eliseu Visconti.
2008
Constituída, em 16 de julho, a Comissão de Autenticação das Obras de Eliseu Visconti, que tem como principal objetivo avaliar a autenticidade das obras do artista para sua posterior catalogação. A Comissão foi formada pelas historiadoras de arte Christina Gabaglia Penna, Mirian Nogueira Seraphim e Ana Maria Tavares Cavalcanti e pelos professores e restauradores Edson Motta Júnior e Cláudio Valério Teixeira.
2008
No dia 01 de outubro, no Museu Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro, e no dia 04 de outubro, na Pinacoteca do Estado de São Paulo, foi lançado o livro "Eros Adolescente: No Verão de Eliseu Visconti", de autoria de Mirian Seraphim. Mestre em História da Arte pela Universidade Estadual de Campinas e professora do Centro Federal de Educação Tecnológica de Mato Grosso, Mirian apresenta em seu livro um novo olhar sobre a obra de Eliseu Visconti e desenvolve um estudo especial sobre a tela "No Verão", fruto de mais de sete anos de pesquisa.

2008
É lançado o livro da Editora da Unicamp “Coleção Cadernos de Desenho - Eliseu Visconti”, organizado pela professora Lygia Eluf, do Departamento de Artes Plásticas do Instituto de Artes. Com texto da professora e historiadora Ana Maria Tavares Cavalcanti, o "Caderno de Desenhos" apresenta sessenta desenhos de Visconti realizados entre 1904 e 1906, reveladores de parte do processo de criação e do cotidiano do artista.
2008
De 04 de outubro a 07 de dezembro, a Pinacoteca do Estado de São Paulo apresentou a exposição “Eliseu Visconti – Arte e Design”, primeiro evento do Projeto Eliseu Visconti. A exposição em São Paulo, com curadoria do Prof. Rafael Cardoso, atraiu mais de 70.000 visitantes e mostrou os principais projetos de Visconti relacionados às artes gráficas e à arte aplicada à indústria.
2009
Tem início em fevereiro a completa restauração das pinturas do “foyer” do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, executadas por Eliseu Visconti em Paris, entre 1913 e 1915.
2009
De 27 de janeiro a 08 de março, é levada para Salvador/BA a exposição “Eliseu Visconti – Arte e Design”, primeiro evento do Projeto Eliseu Visconti. A exposição, realizada na Caixa Cultural Salvador, mostrou os principais projetos de Visconti relacionados às artes gráficas e à arte aplicada à indústria e apresentou também os estudos realizados pelo artista para as decorações do Theatro Municipal do Rio de Janeiro (pano de boca, friso sobre o proscênio e plafond), cujo centenário se comemora em 2009.
2009
Também em fevereiro é lançado pela Cortez Editora o livro infantil "O Pano de Boca", de autoria de Sandra Pina e ilustrado por Thais Linhares. A história do livro tem como cenário o pano de boca do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, tela pintada por Eliseu Visconti em Paris, entre 1905 e 1907.
2009
No dia 3 de julho, o eletricista Alexandre Alves, integrante da equipe que executa a reforma do Theatro Municipal para a festa do seu centenário, faz descoberta surpreendente: em um vão entre duas paredes, encontra a pintura do friso sobre o proscênio primitivo. Preservado e escondido há mais de setenta anos, os historiadores acreditavam que a pintura teria sido destruída ao ser substituída por Eliseu Visconti em 1936.
2009
De 10 de setembro a 18 de outubro é levada para Brasília a exposição “Eliseu Visconti – Arte e Design”, primeiro evento do Projeto Eliseu Visconti. A exposição, realizada na Caixa Cultural Brasília, mostra os principais projetos de Visconti relacionados às artes gráficas e à arte aplicada à indústria e apresenta também os estudos realizados pelo artista para as decorações do Theatro Municipal do Rio de Janeiro (pano de boca, friso sobre o proscênio e plafond), cujo centenário se comemora em 2009.
2009
No primeiro dia de outubro é lançado em Uberlândia/MG o livro "A arte na belle époque - o simbolismo de Eliseu Visconti e as musas", de autoria de Valéria Ochoa Oliveira. Mestre em História pela Universidade Federal de Uberlância e professora da mesma Universidade, Valéria desenvolve em seu livro tema que tem como foco o significado cultural da pintura do teto do foyer do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, painel pintado por Eliseu Visconti em Paris, entre 1913 e 1915.
2010
Concluída em fevereiro a completa restauração das pinturas do “foyer” do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, executadas por Eliseu Visconti em Paris, entre 1913 e 1915. Consideradas por diversos críticos de arte como a obra prima da pintura decorativista no Brasil, as pinturas do “foyer” foram bastante danificadas, atingidas pelas infiltrações na cúpula do Theatro. Antiga reivindicação do Projeto Eliseu Visconti, a restauração dos painéis de Visconti foi incluída nas obras de recuperação do Theatro, no ano de seu centenário, pela Presidente da Fundação, Carla Camurati. Com a coordenação da Holos Consultores Associados, os trabalhos, iniciados pela equipe do Professor Domingo Tellechea, foram desenvolvidos pela equipe de Maria Cristina da Silva Graça. As demais pinturas de Eliseu Visconti no Theatro - pano de boca, plafond e friso sobre o proscênio - também foram objeto de reparos e limpeza, trabalhos executados pela equipe de Humberto Farias de Carvalho. Todos os trabalhos de restauro contaram com a consultoria dos Professores Cláudio Valério Teixeira e Edson Motta Júnior.
2011

Lançado o Catálogo de Obras de Eliseu Visconti, acoplado ao site oficial do artista.

2011/12

Realizada na Pinacoteca do Estado de São Paulo, entre 10 de dezembro de 2011 e 26 de fevereiro de 2012, e no Museu Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro, entre 04 de abril e 24 de junho de 2012, a grande exposição retrospectiva “Eliseu Visconti - A Modernidade Antecipada”. A mostra, que teve a curadoria de Mirian N. Seraphim, Rafael Cardoso e Tobias Stourdzé Visconti, apresentou cerca de 230 obras abrangendo todas as vertentes da eclética produção de Visconti, além de cerca de cinqüenta itens referentes a mobiliário e documentos pertencentes ao artista.

2012

Em março, Edson Motta Jr. e Cláudio Valério Teixeira solicitam o desligamento da Comissão de Autenticação das Obras de Eliseu Visconti e são substituídos pelos historiadores de arte Arthur Gomes Valle e Ivan Coelho de Sá, e pela restauradora Mônica Dias de Souza. As historiadoras de arte Ana Cavalcanti, Christina Penna e Mirian Seraphim permanecem na Comissão, que passa a contar com seis membros.

2012
Lançado no dia 14 de setembro, na Livraria da Travessa, o livro oficial do Projeto Eliseu Visconti intitulado "Eliseu Visconti - A Arte em Movimento". Organizado por Tobias Stourdzé Visconti e com textos de diversos autores, o livro traz informações atualizadas sobre a vida e a obra do artista, resultado de intenso trabalho de pesquisa realizado desde 2005 pelo Projeto.
2013
A Universidade do Estado do Rio de Janeiro presta grande homenagem a Eliseu Visconti, apresentando o artista em todo o material de divulgação do Vestibular Estadual de 2014. No Manual do Candidato, nos cartazes e nos folders para o Vestibular 2014 foram reproduzidas obras de Visconti, com ênfase para as paisagens que o consagraram como o mais expressivo representante da pintura impressionista no Brasil.
2013
A Folha de São Paulo lança em setembro o volume referente a Eliseu Visconti da "Coleção Grandes Pintores Brasileiros". O livro, com texto de Maria Izabel Branco Ribeiro, Diretora do Museu de Arte Brasileira da FAAP, foi fartamente ilustrado com imagens de importantes obras do artista.
2014

Lançado em maio o livro “Vida e Obra de Eliseu d’Angelo Visconti”, de autoria de Nagib Francisco, estudioso da obra do artista e curador da exposição do cinqüentenário da morte de Eliseu Visconti, realizada em 1994 no Museu Nacional de Belas Artes.

2014

Para homenagear os 70 anos de falecimento de Eliseu Visconti, foi realizada, entre 27 de agosto e 2 de novembro, no Instituto Ricardo Brennand, em Recife, a exposição "Eliseu Visconti - A Modernidade Antecipada". A mostra, com curadoria de Mirian N. Seraphim, Rafael Cardoso e Tobias Stourdzé Visconti, apresentou cerca de 70 obras abrangendo todas as vertentes da eclética produção de Visconti, além de itens referentes a objetos e documentos pertencentes ao artista.

2015

De acordo com a Lei 9.610/98, a partir de 1 de janeiro de 2015 as obras de autoria de Eliseu Visconti pertencem ao domínio público, não sendo mais necessária qualquer autorização para publicação e/ou reprodução de imagens das obras do artista.

2015

Confeccionado por encomenda da família do artista um novo busto em bronze de Eliseu Visconti, a partir do molde em gesso esculpido por João Zacco Paraná, em 1931. A execução do trabalho ficou a cargo do Atelier Liboredo, tradicional fundição artística do Rio de Janeiro.

2015

Realizada a IV edição da Mostra Fazenda Castelo – Arte e Design, que teve como objetivo mostrar ao público visitante arte, decoração e design brasileiros. O evento aconteceu em setembro, na Fazenda Castelo, em Além Paraíba, local onde Visconti residiu por cerca de 9 anos, ainda menino, assim que chegou da Itália. A fazenda, que pertenceu ao Barão de Guararema, teve um dos seus cômodos decorado por Mara Cardoso com projetos e objetos que consolidaram a pioneira contribuição de Visconti ao design brasileiro.

2015

Após 10 anos do lançamento do primeiro site oficial de Eliseu Visconti, o Projeto Eliseu Visconti lança o novo site do artista, mais moderno e atualizado no que se refere às inovações da área de informática.

2015

Colocada no Edifício Eliseu Visconti, na Ladeira dos Tabajaras, em Copacabana, Rio de Janeiro, placa alusiva ao local onde Visconti viveu com a família durante 34 anos. Onde hoje se situa o prédio, Visconti construiu em 1910 sua casa e ali viveu até o seu falecimento, em 1944.

2016

Por encomenda da Associação Cultural Eliseu Visconti, os Correios emitiram, em setembro de 2016, um selo personalizado em comemoração ao sesquicentenário de Eliseu Visconti.